Me chamo Vinicius, e vou narrar um fato muito “foda” que me aconteceu final de semana, onde acabei comendo a amiga no acampamento.

Eu, meu primo e a namorada dele, combinamos de ir acampar numa praia do Rio de Janeiro, e a mina dele ia levar uma amiga pra eu dar uns amassos, mas deu que meu primo bateu a moto, e íamos cancelar a viajem, porem, pra não perder as passagens, eu falei pra mina dele falar com a amiga dela, pra ver se rolava de ir só nós dois… E não é que a gata aceitou?!

garota-sexo-no-ac

Marcamos de eu pegar ela em casa a noite, pra ir pro aeroporto; já com a barraca na mala, os colchões de ar enrolados, fui buscar ela (primeira vez que eu via a mina), e meu deus, que corpo era aquele, ela saiu no portão da casa dela com um vestidinho vermelho, destacando aquela coxa branca e carnuda, a boca com um batom rosa claro, e os peitos, aqueles peitos, puta que pariu, eram gigantes. Ela veio na janela do carro, se apoiou na porta do passageiro, me dando uma visão deliciosa.

— Oi princesa, Gabriela né?

— Oi, você é o Vinicius, isso?

— Eu mesmo – eu disse sorrindo meio bobo – entra ai, coloca a mala no banco traseiro.

Ela abriu a porta de trás, e foi colocando suas coisas, passamos na casa de um amigo meu que ia nos acompanhar até o aeroporto e depois voltar com meu carro. A viagem de avião foi tranquila onde deu para conversamos bastante, rimos, e demos um beijo bem quente, me exaltei e acabei tocando em seus seios, sorte que estávamos na primeira classe que estava quase vazia…

Já no Rio, fomos pro hotel onde tínhamos reservado dois quartos, e cancelamos a reserva do meu primo. Ela gostou da ideia de dividir o quarto comigo. Mas naquela noite, estávamos muito cansados e acabamos dormindo direto.

No sábado, levantamos cedo arrumamos as barracas e os colchões e fomos de taxi pra praia; só voltariamos pro hotel para tomar banho e trocar de roupa. Passamos o dia juntos, deixamos as coisas em posto onde guarda mantimentos; e fomos pra um barzinho, rimos, zuamos, tomamos uns drinks, beijamos muito, e no meio da tarde fomos pra água, aquela garota de biquíni, era uma deusa, ela é um pouco mais baixa que eu, os seus peitos são bem redondos e a bunda ficava enorme naquele biquíni.

Já estamos meio alterados quando fomos pegar a barraca para armar, fomos num local meio afastado da onde ficavam a maior parte das pessoas, era umas 20h30. Entramos na barraca, que ainda ficou meio grande pra gente, pois era pra 4 pessoas; e começamos a trocar ideia. Papo vai e papo vem, começamos a falar de sexo, entre beijos e risos comecei a me excitar e ela percebeu.

Gabriela foi descendo a mão pelo meu corpo, enquanto me beijava, eu segurando seu cabelo, logo ela alcançou meu pau, colocando ele pra fora da sunga, e me masturbando enquando eu dava uns chupões no seu pescoço, ela subiu com seu corpo em cima do meu, tirou a parte de cima do biquíni, e aproximou os peitos do meu rosto, me deliciei com aquilo, eu apertava e dava uns chupões naqueles melões enquanto ela gemia de leve, sua bunda as vezes roçava no meu pau, oque me dava mais tesão ainda; ela foi subindo com o corpo, tirando a parte de baixo do biquíni; ela subiu até sua bucetinha lisa encostar no meu queixo, e disse:

— Vini, me chupa, mete essa lingua bem fundo!

— Você vai se arrepender de ter dito isso – eu disse sorrindo.

Segurei as bandas da sua bunda, e fui puchando seu corpo pra frente, minha lingua mirando sua abertura, e foi; aquele saborzinho delicioso tomando conta, e eu metendo nela com minha lingua, tirei uma mão de trás dela, e com um dedo bem molhado de saliva, comecei a fude-la, dedo e lingua, num ritmo perfeito, ela gemia e dizia pra eu ir mais forte, eu só obedecia, metendo mais e mais minha lingua, sentindo aquela buceta molhada no meu rosto. Ela foi descendo devagarinho, e me beijou. Meu pau meio que tocava sua coxa, e ela continuava a esfregar seu corpo em mim, aquele foi melhor beijo que eu dei, ela desceu o corpo, e passou sua buceta no meu pau, e continuou descendo; prensou meu pau contra seus seios e comecou a me masturbar com eles, eu olhava pra baixo e aquela cena fazia meu pau pulsar, ela descia, e tocava a cabeça do meu pau com a lingua, e subia, aumentando e diminuindo o ritmo, depois desceu mais e abocanhou, foi muito gulosa, chupou até o talo, sabia usar bem os lábios, descia e subia de leve, ora tirava o meu pau da boca, e chupava minhas bolas enquanto me masturbava, e voltava a chupar, passando em lingua em meu pau, aquela lingua quente e melada.

Ela voltou a subir o corpo, passando sua buceta em cima do meu pau novamente, veio em meu ouvido e suspirou:

— Fode meu cu vini – ela disse suspirando e gemendo

— Puta que pariu Gabi, assim você me mata menina.

Ela ficou ajoelhada em cima do meu pau, que tava super lubrificado com a saliva dela, e com minha ajuda, foi encaixando seu cuzinho no meu pau, deslizando, subindo e descendo, até se acostumar, as vezes ela dava aquela “apertada” com o cu, e descia com tudo, gemendo cada vez mais alto:

— Vinicius, que pau gostoso – e suspirava – me fode mais, isso!

E eu aumentava o ritmo, chupei dois dedos meus, e coloquei na sua buceta, fui enfiando e tirando, conforme ela cavalgava em mim, senti seu ponto “g” e fiquei acariciando enquanto ela pulava em meu pau, com uma mão eu fodia ela, com a outra eu apertava sua bunda, tirei o dedo de sua buceta, chupei mais pra acrescentar mais saliva, e entrei com 3, ela quase deu um grito, e deu uma enterrada com sua bunda no meu pau, eu já tava quase gozando, ela quicava cada vez mais rápido, e meus dedos fodendo ela, ela gemendo meu nome, rebolando na minha pica, os peitos dela pulando na minha frente, até que senti que eu ia gozar:

— Gabi, to quase!

— Eu também, vai mais rápido!

Ela não pediu? Enterrei meus dedos nela, ela quicando mais e mais, até que senti meu pau latejando dentro do cu dela, enchendo ela de porra, ela gozou em seguida lavando minha barriga, e com o cansaço, deitou em meu peito, com meu pau ainda dentro dela, nos beijamos, e adormecemos grudados pelo suor, pela saliva, pela goza e melhor ainda, por nosso tesão.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.